Acontece no Setor | Fenabrave Fenabrave - Acontece no Setor
Indicadores
Atualizado em 22/09/2017
  Compra Venda
Comercial R$3,129 R$3,130
Turismo R$3,110 R$3,300
27º Congresso & ExpoFenabrave

Geração X influencia, consome e paga a conta. Você precisa conhecê-la bem!

14 / 09 /2017

asdFEsse grupo soma 57 milhões de pessoas no país, tem entre 35 e 57 anos, é influenciador, responde por 43% das compras online e 51,13% da renda brasileira. Trata-se da Geração X, da qual pouco se fala, mas muito se ganha porque é ela que paga a conta, segundo estudo da Forebrain – organização que estuda a relação entre comunicação e comportamento a partir da Neurociência – em parceria com a Editora Abril, divulgado na última semana de julho de 2017.

Enquanto os tão aclamados Millennials ou Geração Y participam com 30% do consumo em sites de e-commerce, são justamente os mais velhos (Geração X e Baby Boomers) que, juntos, respondem pelos 70% dos gastos realizados na web. É um dado relevante e revelador tanto para quem vende, quanto para quem compra, e quase ignorado pelas agências de publicidade.

Empreendedores e líderes

Além disso, o estudo mostra que 63% das pessoas da Geração X equivalem a empreendedores, sendo o grupo, por faixa etária, que mais comanda negócios no país e, portanto, gera empregos e riqueza.

Nos Estados Unidos, são eles que estão à frente da maioria das startups, com 55% dos empreendimentos dessa natureza. Sendo assim, está mais do que na hora de as empresas, em especial as varejistas, buscarem informações, bem como compreender o que quer e como quer a pessoa que gira em torno dos 35 a 57 anos.

No mercado automotivo, são essas as pessoas que compram 62% dos veículos comercializados no Brasil. Em outras categorias de consumo, igualmente são o grupo que mais dispende recursos, segundo o estudo, perdendo para os Millennials apenas em gastos com produtos à base de cafeína e fastfood.

Influenciadores. Sim, a Geração X é e muito. De acordo com o levantamento da Forebrain, apesar de os mais jovens terem ditado, inicialmente, o como navegar pelo universo virtual, hoje ninguém mais precisa de guia e são as pessoas de 35 a 57 anos que influenciam em mais de 90% das categorias de consumo pesquisadas pelo estudo.

Vale destacar também que apenas um em cada 10 é dependente financeiramente, indicando que eles ditam os rumos do consumo e também decidem pelas compras.

Como encantar a Geração X?

Agora, e em posse dessas informações, as gestões das empresas precisam estar atentas a como alcançar o coração dessas pessoas por meio de suas comunicações e formas de atendimento.

O levantamento, que investigou 1.800 pessoas dessa geração por meio de pesquisa neurocientífica, pontua que a estética, símbolos e contexto, tudo importa, sendo que referências dos anos 80 são importantes para esse grupo. O engajamento está relacionado com o fato de nos vermos nas situações apresentadas, e mais uma vez é preciso que a abordagem e representação estejam alinhadas com quem está na Geração X.

Trata-se de um grupo que aprecia selos de qualidade, argumentos objetivos e racionais que atendam à sua necessidade de avaliar o custo-benefício dos produtos e serviços com profundidade. Eles são curiosos crônicos e conteúdo de qualidade faz todo sentido no convencimento desse público.

Quem tem entre 35 e 57 anos ama dedicar-se à família, que está em primeiro lugar dentre as prioridades. Mas, claro, desde que toda a comunicação e relacionamento que abordem o tema estejam adequados aos dias atuais. Ou seja, nada de discurso de "família de propaganda margarina". As pessoas da Geração X formam famílias no melhor sentido de sua acepção, só que nos mais diversos formatos e estão bastante satisfeitas com essa liberdade alcançada respeitosamente.

Proponha reflexões, ajude-o na decisão de consumo

Por fim, ajude esse consumidor a refletir sobre hábitos e condutas de consumo. Contribua para seu crescimento. A Geração X, nascida entre 1977 e 1983 está muito aberta a dialogar e buscar conhecimento. Como citado anteriormente, são curiosos sistêmicos, que querem entender sobre muitos assuntos com profundidade e, com isso, qualificarem suas decisões de consumo para a melhoria de suas vidas.

Por fim, fica a pergunta: já fez contato com seu cliente da Geração X hoje? Se não, corra. Provavelmente ele está, no mínimo, pesquisando sobre seu próximo consumo agora mesmo!

FONTE: BOLETIM SINCODIV SP - 14/09/2017